terça-feira, 27 de setembro de 2016

Em 2013: TCE alertou Governo do Estado sobre falhas no Centro de Convenções

                                                                   foto:reprodução
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) alertou ao governo sobre a deterioração da estrutura do Centro de Convenções, que na última sexta-feira (23) desabou. As deficiências foram encaminhadas à Bahiatursa em 2013.
 
Uma equipe do TCE fez uma vistoria nas instalações do centro entre os dias 16 e 24 de outubro de 2013, visando verificar sua adequação com as normas vigentes, o estado de conservação e as necessidades de manutenção do equipamento. Identificou, naquela ocasião, diversas irregularidades e deficiências, que foram relatadas num parecer do conselheiro Gildásio Penedo.
 
Dentre as falhas identificadas, estão: comprometimento de instalações elétricas, com sérios riscos de acidentes; alagamento de áreas e infiltrações; umidade acentuada e odor de mofo; elevadores quebrados; canaletas de drenagem sem grelhas, oferecendo riscos aos usuários; rampa em péssimo estado de conservação e saídas de emergências com puxadores enferrujados ou inexistentes.
 
Em entrevista ao Bocão News, o presidente da Bahiatursa, Diogo Medrado, disse que não estava no órgão quando o parecer foi encaminhado. Afirmou ainda que o Centro de Convenções passou a ser administrado pela Secretaria de Turismo no início do governo Rui Costa (PT). 
 
Sucom 
 
O secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Guanabara, disse, nesta terça-feira (27), que o Centro de Convenções não tinha alvará para a reforma. “O Centro de Convenções estava interditado desde 2015 e informei isso ao secretário José Alves. Não sei se houve negligência, sei que estavam realizando a obra sem alvará”, afirmou.
 
O titular da pasta ressaltou ainda que se reuniu com uma equipe da Secretaria de Turismo no dia 16 de setembro, uma semana antes do desabamento, para reforçar essa ausência do alvará.

fonte:BocãoNews

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Em cidades baianas: Operação desarticula quadrilha que lavou R$ 21 milhões

quadrilha
foto: reproduçãoaratuonline de salvador
Oito pessoas foram presas nesta segunda-feira (26), durante a Operação Hades, deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Grupo Especial de Repressão às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público da Bahia, com o objetivo de desarticular quadrilhas que atuavam com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas cidades de Irecê, Morro do Chapéu, Feira de Santana, Luís Eduardo Magalhães e Salvador.
A ação, que visava cumprir mandados de busca e apreensão, prendeu em flagrante Vera Lúcia Pereira do Nascimento, José Faustino Alves, Jerry Araújo Barbosa, Elizan Martins de Souza e Carlos Sérgio Tavares de Araújo (os dois últimos também por mandado de prisão). Com eles, foram apreendidos 30 quilos de cocaína, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12, além de um veículo VW Amarock.

Também foram presos, por força de mandados de prisão, Leonardo Novaes Oliveira Silva, Zilvânia Oliveira Santos e Maria da Soledade Coutinho. A quadrilha investigada é suspeita de ter movimentado R$ 21 milhões em atividades relacionadas à lavagem de dinheiro do tráfico, através de diversas empresas que estavam sendo utilizadas com essa finalidade.

A operação foi desenvolvida com o apoio do Ministério Público de Irecê e da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Irecê).

fonte: site da SSP/BA/reprodução

Rio: Presidente da Portela é executado em comitê de campanha

Marcos Falcon, candidato a vereador pelo PP
foto:reprodução
O presidente da Portela, uma das mais tradicionais escolas de samba do Brasil, o policial militar Marcos Falcon, de 52 anos, foi assassinado a tiros de fuzil na tarde desta segunda-feira, dentro do comitê de sua campanha. No próximo domingo, ele disputaria uma vaga na Câmara dos Vereadores pelo Partido Progressista (PP).
Publicidade
O crime ocorreu por volta das 16 horas, na Rua Maria José, em Madureira, na Zona Norte da cidade.
A Divisão de Homicídios está a caminho do local. As primeiras informações indicam que um homem entrou no comitê, observou o local e saiu. Em seguida, pelo menos três homens saíram de um veículo armados com fuzis e atiraram no candidato. Testemunhas dizem que os criminosos usavam capuz.
Tesoureiro da escola de samba, Felipe Guimarães também acabou atingido por um tiro de raspão. Desde o início do ano, a 29ª DP (Madureira) investigava um suposto plano para matar Falcoon, que também era subtenente da Polícia Militar.
fonte:Veja c/acréscimo

Bahia: DAG Construtora é alvo da PF na 35ª fase da Lava Jato

O empresário baiano, Demerval Gusmão, dono da DAG Construtora e amigo e parceiro de negócios de Marcelo Odebrecht, foi alvo da Operação Omertà, 35ª fase da Lava Jato, deflagrada nesta segunda-feira (26).
 
Na capital baiana, a polícia cumpriu mandados na casa do empresário na Mansão Terrazzo Imperiale, no Horto Florestal, e também no bairro do Stiep, onde fica a sede da construtora. A PF esteve ainda em Camaçari, região metropolitana de Salvador,  no Condomínio Busca Vida, onde o empresário também uma casa.
 
 
Durante coletiva nesta manhã, investigadores afirmaram que a DGA Construtora foi quem comprou um terreno em São Paulo, a pedido da Odebrecht, para sediar o Instituto Lula. Posteriormente, os agentes encontraram um projeto para construção de um prédio com dimensões que coincidiam com as do terreno. As negociações para a construção do suposto prédio eram constantemente submetidas à avaliação do ex-ministro Antônio Palocci.
 
A PF buscou na localidade “documentos de qualquer natureza que envolvam a compra e venda, pagamento e recebimento do preço, destinação, do imóvel localizado na Rua Doutor Haberbeck Brandão, 178, São Paulo/SP, matrícula nº 188.853 do 14º”. Além disso, buscaram “HDs, laptops, pen drives, smartphones, arquivos eletrônicos, de qualquer espécie, agendas manuscritas ou eletrônicas, dos investigados ou de suas empresas, quando houver suspeita que contenham material probatório relevante”
 
Em junho de 2010, a DAG Construtora adquiriu um prédio de três andares na Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo. No local, a empreiteira baiana planejava instalar a sede do futuro Instituto Lula. Segundo as investigações da operação Lava Jato, a família do ex-presidente Lula sabia dos planos de usar o prédio para o instituto: um projeto de reforma do imóvel, que incluía auditório, sala para exposição e até apartamento com cinco suítes na cobertura. Embora o prédio tenha sido efetivamente comprado pela DAG, o Instituto Lula não ganhou a sede e acabou sendo instalado no prédio do antigo Instituto Cidadania, no Ipiranga, onde permanece até hoje. Os responsáveis pela compra teriam desistido do projeto original de uso depois de descobrir que o imóvel estava envolvido em pendências judiciais dos antigos proprietários.
 
Segundo a força-tarefa, a negociação do prédio chegou ser feita por Roberto Teixeira, amigo e advogado do ex-presidente. Teixeira, que costuma assessorar negócios imobiliários, foi quem ajudou na aquisição do sítio de Atibaia por Fernando Bittar e Jonas Suassuna.

Embora a DAG tenha registrado em cartório a compra do prédio por R$ 6,8 milhões, a PF acredita que o valor real foi R$ 12,3 milhões, o mesmo citado nos e-mails enviados a Teixeira. Num e-mail de setembro de 2010, apreendido nas investigações e divulgado em maio deste ano pelo jornal “Valor”, Marcelo Odebrecht afirma: “Preciso mandar uma atualização sobre o novo prédio para o Chefe amanhã. Qual a melhor maneira?”. O destinatário é Branislav Kontic, braço-direito do ex-ministro Antonio Palocci.

fonte:Bocão News
 
 

No Rio: Polícia mata traficante Nicolas, o "Fat Family"

alx_traficante-resgatado-hospital_original.jpeg
foto: Quando esteve internado e foi resgatado/reprodução
Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil mataram o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, de 28 anos. Em junho, o criminoso, que chefiava as bocas de fumo do morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul do Rio de Janeiro, foi resgatado por cerca de 20 bandidos de dentro do hospital Souza Aguiar, numa ação que resultou na morte de um inocente e deixou pelo menos dois feridos. Na manhã de hoje, na Itaóca, que faz parte do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, o bandido foi encontrado e, após intenso confronto, acabou morto.
Foi uma operação de inteligência que contou com apenas 30 agentes e um helicóptero da Polícia Civil, bem diferente do gigantesco aparato montado nas outras vezes e que, talvez por isso, não tenham dado resultado. Além de Fat Family, dois seguranças também morreram no confronto, que se deu numa região de mata.
fonte:msn/reprodução

Pesquise

Carregando...