sexta-feira, 17 de julho de 2015

Chikungunya e zika: Infectologista orienta uso de repelentes e roupas compridas

                                                                      Dr. Antonio Bandeira - foto:Nei Silva/acorda cidade

A população deve cuidar do ambiente de suas casas para combater focos do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus e, além disso, deve usar repelente antes de vestir-se pela manhã e no início da tarde. A recomendação é do médico infectologista, Antonio Bandeira, que participou de um seminário sobre manejo clínico dessas doenças na tarde desta quinta-feira (16) no auditório da Secretaria Municipal de Saúde.

O médico também orienta, principalmente às mulheres, para que não usem roupas curtas, como mini-saia, shorts, deixando as pernas expostas, para evitar serem picadas pelo mosquito. “Aqui nesse evento tem várias moças que estão com as pernas de fora e duvido que elas estejam usando repelente”, observa Antonio Bandeira.


Foto:Nei Silva/acorda cidade 
 
Ele informou ainda que nesse momento a Bahia vive uma tríplice epidemia (dengue, chikungunya e zika vírus) e que os serviços de saúde precisam alertar as pessoas para que procurem um médico de forma precoce para que o profissional examine e dê um diagnóstico.

Antonio Bandeira esclarece que cada uma dessas doenças têm uma característica diferente. No caso da dengue, é importante que as pessoas se dirijam ao sistema de saúde, pois caso seja uma dengue mais séria, é necessário ser hidratado e internado. Já no caso da chikungunya, é preciso tratar as articulações, porque ficam comprometidas e o zika vírus é mais tranquilo, por ser mais leve. Mas em todos esses casos, o médico alerta que é preciso que o diagnóstico seja disponibilizado em toda rede de saúde pública e particular.

Fonte:acordacidade
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.