sexta-feira, 17 de julho de 2015

Lava Jato: Executivos da OAS comemoraram vitória de Dilma em 2014


 Léo Pinheiro, diretor afastado da OAS
 Presidente da OAS Léo Pinheiro -foto:Beto Barata/estadão conteúdo


"Dilminha ganhou!!!". Assim reagiu o presidente da OAS, Léo Pinheiro, ao saber do resultado das eleições presidenciais do ano passado. A contagem de votos, aliás, foi acompanhada com bastante apreensão entre os executivos da construtora, que integrava o chamado clube do bilhão. É o que mostra reportagem desta sexta-feira do jornal Folha de S. Paulo com base em mensagens trocadas pelos empresários.

As mensagens estão anexadas no inquérito que apura a participação da empreiteira no esquema que sangrou os cofres da Petrobras. Enquanto o país esperava pelo resultado do pleito, um dos executivos escreveu, de acordo com a reportagem: "Informação de dentro do TSE [Tribunal Superior Eleitoral]: Aécio 5% na frente. FHC está falando em vitória de Aécio. Pode ser boato, mas...". Pouco tempo depois, quando a vitória de Dilma sobre o tucano Aécio Neves se confirmou, Pinheiro escreveu a mensagem que abre este texto. Antes, enviou aos amigos a imagem de uma represa seca com a placa "Favor chorar aqui". Em outra mensagem, ele encaminhou uma foto de Aécio vestindo a camisa do Vitória, da Bahia, com o texto: "Já tá acostumado a ser vice".

No dia seguinte à eleição, Pinheiro enviou a um amigo uma imagem de um eleitor numa urna com a frase "Este voto é um oferecimento de...", seguido dos logos de financiadores de campanha, entre eles a OAS. Dias antes, em meio a trocas de mensagens sobre o cenário eleitoral, um colega de Pinheiro brincou: "Mais do que nunca Super Ministro da Infraestrutura, Leozinho", em referência à possibilidade de vitória de Dilma. Nas eleições de 2014, a OAS doou 20 milhões de reais à campanha da petista e 8 milhões de reais a Aécio.
Em outras mensagens, Pinheiro recebe elogios de Jaques Wagner (PT), então governador da Bahia e hoje ministro da Defesa, quando seu candidato ao governo, Rui Costa (PT), que venceria as eleições, aparece liderando as pesquisas: "Já era. Você merece e contribuiu para isto". Também foram apreendidas mensagens que mostram a intimidade entre os empreiteiros e o ex-presidente Lula, chamado de "Brahma".

ACM Neto foi motivo de chacota:
 
Na troca de mensagens dos executivos mostrou  que além de estarem ansiosos com o resultado, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), era motivo de chacota. ACM Neto “sofria” com frequência na troca de mensagens da OAS. "Grampinho" é criticado por seu "desespero" ao não conseguir eleger Paulo Souto (DEM) governador. "Pergunto-lhe: o que teremos que fazer para fuder o Grampinho em 2016", escreve um executivo. "Vai ser fácil. Ele será destruído por ele mesmo", responde Pinheiro. Um terceiro executivo finaliza: "Concordo! Ele não tem caráter e destila veneno. Não aprendeu a construir alianças, como nós". 


ALGUNS MOMENTOS DA TROCA DE MENSAGENS ENTRE OS EXECUTIVOS: 


Fonte: Veja e BN



Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.