quarta-feira, 5 de abril de 2017

Eleições 2018:Se chegar ao Planalto vai acabar com reservas indígenas e quilombolas, diz Bolsonaro

Bolsonaro ataca indígenas e quilombolas e brada: 'Não vai ter dinheiro pra ONG'
Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados/reprodução
Ovacionado por cerca de 300 pessoas enquanto outras 100 protestavam, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) prometeu que, caso eleito presidente em 2018, vai acabar com todas as reservas indígenas e comunidades quilombolas do país. 

Além disso, ele pretende terminar com o financiamento público para ONGs. "Pode ter certeza que se eu chegar lá, não vai ter dinheiro pra ONG. Se depender de mim, todo cidadão vai ter uma arma de fogo dentro de casa. Não vai ter um centímetro demarcado para reserva indígena ou para quilombola", discursou. 

A declaração foi dada durante evento no clube Hebraica, na zona sul do Rio de Janeiro, nessa segunda-feira (3). No ponto de vista do parlamentar, essas reservas prejudicam o andamento da economia. "Eu fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gasto com eles", criticou. 

A palestra que durou uma hora foi palco para o deputado fazer discurso de campanha e disparar ofensas aos seus opositores. Bolsonaro não poupou também os refugiados ao deixar claro que é contra a política de abertura do Brasil. Por outro lado, ele é favorável à entrada de imigrantes de países desenvolvidos. "Alguém já viu algum japonês pedindo esmola? É uma raça que tem vergonha na cara!", afirmou.

fonte:BN
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.