sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

UFBA aprova adoção de sistema de cotas para cursos de pós-graduação


foto:Divulgação
A Universidade Federal da Bahia (Ufba) aprovou nesta quarta-feira (11) a adoção do sistema de cotas para os processos seletivos dos cursos de pós-graduação stricto sensu (doutorado, mestrado acadêmico e mestrado profissional). Serão reservadas o mínimo de 30% das vagas ofertadas para candidatos negros (pretos e pardos) e uma vaga a mais destinada ao total ofertado nos cursos, para quilombolas, indígenas, pessoas com deficiência e trans (transgêneros e travestis). A aprovação do sistema de reserva de vagas ocorreu em deliberação do Conselho Acadêmico de Ensino (CAE) e já começa a vigorar para as seleções do segundo semestre de 2017. “A resolução, associada às outras iniciativas de nossa Política de Ações Afirmativas, busca avançar na correção de desigualdades históricas, tornando a UFBA plena em sua vocação inclusiva”, afirmou o reitor, João Carlos Salles. 

O coordenador de ensino de pós-graduação, Ronaldo Lopes Oliveira, aponta que a decisão amplia as determinações do Ministério da Educação em relação às políticas afirmativas. “A UFBA vai além das definições da Portaria Normativa nº 13, de 11 de maio de 2016, do Ministério da Educação, que contempla apenas negros, indígenas e pessoas com deficiências e torna-se a primeira universidade do Brasil a preocupar-se, também, com a inserção na pós-graduação de quilombolas e trans”, disse.
FONTE: BN
    Compartilhar:
    ←  Anterior Proxima  → Inicio

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Pesquise

    Mais vistas

    Marcadores

    Seguidores

    Total de visualizações

    Tecnologia do Blogger.