sábado, 21 de julho de 2018

Bahia: Cabo da PM que tentou agredir comandante cumprirá prisão domiciliar

Resultado de imagem para CIDADE DE ITABUNA
Cidade de Itabuna-BA/foto:reprodução


A cabo da Polícia Militar que tentou agredir seu comandante na Companhia Independente de Policiamento Rodoviário (CIPRv), de Itabuna, Sul baiano, teve prisão domiciliar decretada pela Justiça Militar, após audiência de custódia na Vara de Auditoria Militar na quinta-feira (19).
De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a policial feminina teve a menagem - sanção militar equivalente à prisão domiciliar - por ter filhos menores. A prisão não tem tempo pré-determinado e só será modificada após outra decisão judicial.
Em nota, a Associação dos Oficiais Militares Estaduais da Bahia afirmou que a cabo tentou sacar uma arma de dentro de sua bolsa, em direção ao comandante, quando foi contida pelo Major Edson Brito Júnior.

O Correio tentou contato com a cabo Meirivan para ouvir sua versão, mas não obteve resposta até o fechamento desta reportagem. A PM não confirmou o uso da arma, apenas de uma tentativa de agressão ao comandante. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o ato.
A ação teria ocorrido durante uma reunião para “tratar de expediente administrativo ordinário”, sustentou. “A Diretoria Executiva já requereu ao Comando Geral da Corporação que os fatos sejam rigorosamente apurados a fim de que a verdade prevaleça sempre”, disse a Associação. Além das sanções na Justiça, a cabo poderá ser submetida à sanções administrativas da Polícia Militar.
Fonte: Correio24hs/reprodução
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.