sábado, 19 de dezembro de 2015

STF autoriza quebra de sigilo bancário e fiscal do presidente do Senado

Renan Calheiros tem quebra de sigilo autorizada pelo Supremo Tribunal Federal
Foto: Lula Marques/ Agência PT
 
O presidente do Senado, Renan Calheiros, teve a quebra de seu sigilo bancário e fiscal no período de 2010 a 2014 autorizada pelo Superior Tribunal Federal. De acordo com a revista Época, o pedido foi feito no último dia 9 de dezembro. Na última terça-feira (15), duas operações da Polícia Federal, uma no Rio de Janeiro e outra no Alagoas, investigam afilhados de Renan por desvio de dinheiro público – sendo que um deles, Sério Machado – é ex-presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobrás que tem contratos assinados com empresas que fizeram doações ao PMDB alagoano. 
 
Na última semana, o presidente do Senado criticou o vice-presidente Michel Temer, fortalecendo sua relação com a presidente Dilma Rousseff. “Não quero analisar quem tem força ou quem não tem no PMDB. Só quero lembrar da responsabilidade do presidente do partido. É ao presidente do partido que cabe construir a unidade partidária”, afirmou.Informações do BN.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.