segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Impeachment de Dilma? Temer e Cunha se reúnem em anexo ao Palácio do Planalto

Temer e Cunha se reúnem por uma hora no anexo do Palácio do Planalto
Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil/reprodução
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deixou na noite desta segunda-feira (14) o anexo do Palácio do Planalto, onde esteve reunido com o vice-presidente Michel Temer por cerca de uma hora. Ele não revelou o teor do encontro, mas disse conversar com o vice-presidente "todos os dias". "Já falei tudo o que tinha que falar hoje", desconversou Cunha, na saída. O ministro do Turismo, o também peemedebista Henrique Eduardo Alves, também esteve reunido por cerca de 15 minutos com Temer. 
Ele não disse o motivo do encontro, mas, questionado sobre se na pauta da reunião estaria o fato de os deputados do PMDB ligados ao governo terem conseguido os votos necessários para devolver a liderança do partido ao deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ), o ministro desconversou. "Acabei de chegar de Natal, não sei de nada", disse. Henrique Eduardo Alves afirmou ainda que estava com pressa e que tinha que ir ao Palácio do Alvorada, onde a presidente Dilma Rousseff está recebendo prefeitos neste momento.
Também chegou nesta noite para se reunir com Temer o ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, sem revelar o motivo da reunião. A queda de braço entre as alas do PMDB ligadas a Dilma, que defende o retorno de Picciani, e Temer, a favor do novo líder, Leonardo Quintão (PMDB-RJ), prosseguiu durante todo o dia. A ala do PMDB ligada a Temer já mandou recados à presidente Dilma de que não aceita interferência no partido e ameaça trabalhar pela antecipação da convenção do partido e pelo rompimento com o Planalto. Já a ala ligada ao governo ameaça com a perda e retirada de cargos. 
Fonte:BN
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.