segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Morre o cantor inglês George Michael aos 53 anos


Morreu neste domingo (25) o cantor e compositor inglês George Michael, aos 53 anos
Morreu neste domingo (25) o cantor e compositor inglês George Michael, aos 53 anos (MAX NASH/AFP)
Morreu neste domingo(25) o cantor e compositor inglês George Michael, aos 53 anos. A informação foi confirmada pela assessoria do artista ao site BBC. “É com grande tristeza que podemos confirmar que o nosso astro, irmão e amigo George faleceu pacificamente em casa durante o período de Natal”, diz o representante do astro em texto publicado no portal da emissora britânica.
A polícia londrina informou que uma ambulância foi chamada para a casa do cantor nesta tarde, mas que não foi encontrada nenhuma “circunstância suspeita”. “A família pede que sua privacidade seja respeitada neste momento de dificuldade e de emoções. Não faremos outros comentários no momento”, diz ainda o texto.
Nascido em Londres em 1963, filho de uma britânica e um imigrante cipriota grego, Michael, cujo nome real é Georgios Kyriacos Panayiotou, é dono de hits como “Careless whisper”, “Freedom 90″, Wake Me Up Before You Go-go”, e “Last Christmas”. 
O astro viu sua carreira decolar na década de 80, quando formou o duo Wham! com Andrew Ridgeley. O grupo criado em 1981 se dissolveu em 1986. Depois, Michael se lançou como artista solo. Em quase quatro décadas de carreira, ele gravou sete discos, que venderam mais de 100 milhões de cópias. Foi indicado a oito prêmios Grammy, vencendo em duas ocasiões – uma pelo dueto “I Knew You Were Waiting (For Me)”, com Aretha Franklin, em 1987; e outra por “Faith”, em 1989. Sua última obra foi o álbum “Symphonica”, lançado em 2014.
Em 2012, ele chegou a se apresentar na cerimônia de encerramento da Olimpíada de Londres, onde cantou o single “White Light”. No início de dezembro deste ano, foi anunciada uma parceria entre o cantor inglês e o produtor Naughty Boy para o lançamento de um novo álbum – o oitavo de sua carreira. Não se sabe se o trabalho foi concluído.
Considerado hoje um ícone do mundo gay, Michael passou a falar abertamente sobre sua orientação sexual após ter sido preso, em abril de 1998, por “ato obsceno”. Na ocasião, ele havia sido flagrado acompanhado de um outro homem num banheiro público de Los Angeles. Um de seus relacionamentos mais barulhentos foi com o estilista brasileiro Anselmo Feleppa, que conheceu durante o Rock in Rio 1991. Portador de HIV, Feleppa morreu dois anos depois e foi homenageado por Michael com a música “Jesus to a Child”.
Ao longo de sua vida, o cantor inglês se envolveu em diversos escândalos relacionados ao consumo de drogas. Em 2010, passou quatro semanas preso por ter batido seu carro em uma loja de Londres depois de ter fumado maconha. Três anos antes, foi encontrado inconsciente em sua Mercedes Benz. Na época, também admitiu o consumo de ilícitos, mas escapou da prisão após aceitar cumprir 100 horas de trabalhos sociais.
fonte:Veja
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.