domingo, 16 de agosto de 2015

Nas Redes Sociais: Presidente da CUT tem sido alvo de ameaças

por Ricardo Galhardo | Estadão Conteúdo/reprodução
Presidente da Cut diz que tem sido alvo de ameaças nas redes sociais
Foto: Reprodução/ CUT
O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner de Freitas, disse que tem sofrido ameaças e perseguição nas redes sociais desde que falou em usar "armas" e se "entrincheirar" para combater a ameaça de impeachment da presidente Dilma Rousseff. 
Segundo Freitas, as declarações feitas durante encontro da presidente com movimentos sociais terça-feira, no Palácio do Planalto, foram interpretadas de maneira equivocada. "O povo levou de uma maneira completamente equivocada. Isso não tem cabimento", disse o sindicalista. Segundo ele, as palavras foram usadas no sentido figurado e as "armas" as quais se referiu são instrumentos de luta dos trabalhadores como greves e manifestações. Freitas revelou que é alvo de hostilidades na internet, inclusive ameaças de morte, desde terça-feira. "Lamentavelmente isso tem causado uma série de problemas pessoais para mim e para minha família.
Quero denunciar uma série de perseguições nas redes sociais e pessoalmente, uma tentativa de agressão", afirmou o sindicalista durante manifestação em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em frente a sede do Instituto Lula, neste domingo (16) informações do BN.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.