domingo, 1 de maio de 2016

Lava Jato: Ex- governador Cid Gomes xinga Juiz,Procurador e Ministro do STF


Foto:reprodução

Em resposta à revelação de que seu nome consta da lista da propina da empreiteira Odebrecht, o ex-governador do Ceará Cid Gomes aproveitou a comemoração do aniversário, neste sábado (30), para fazer um discurso agressivo, ofendendo várias autoridades, tentando convencer a plateia de que não é corrupto.
Cid Gomes afirmou que, se ele é corrupto, o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato "é corno", assim como o procurador-geral da República "é ladrão" e o juiz federal Sergio Moro "é um picareta". O discurso de Cid Gomes ocorreu no Beco do Cotovelo, na cidade de Sobral (CE), 
Investigado pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, por ter recebido R$200 mil de propina da Odebrecht sob o codinome de "Cid, o Falso". Como não tem mandato e está sem a proteção de foro privilegiado, Cid Gomes está sujeito inclusive a ser preso por ordem de juízo de primeira instância.
"Por ter a minha consciência tranquila, jamais, vejam bem o que estou dizendo. Eu sou capaz de falar mal do ministro Teori Zavascki. Eu digo: o senhor é corno. O senhor é corno se eu estiver nessa Operação (Lava Jato). O Senhor é corno, corno. É corno. Se eu estiver, ele (Teori) é corno. Se eu estiver o Janot é ladrão. Se eu estiver, o Moro é um picareta", atacou Cid .
O ex-governador cearense e ex-ministro encerrou seu discurso assim:
- Eu não estou nisso, porque eu sou sério. Não é por favor, e quero terminar meus dias com dignidade e vagabundo nenhum pegar na minha munheca. Nunca fiz fortuna. Se tivesse roubado 0.1% do que passou na minha mão eu teria um patrimônio de R$ 300 milhões.
Fonte:Diário do Poder
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.