quinta-feira, 23 de junho de 2016

Bahia: Procurador de Justiça é advertido pelo CNMP após críticas a Moro

foto:reprodução

Três meses depois de declarar em uma entrevista de rádio, que o juiz federal Sergio Fernando Moro é "um sujeito, inclusive, midiático, que gosta muito de mídia, de aparecer", o procurador de Justiça na Bahia, Rômulo de Andrade Moreira foi advertido pelo Plenário do Conselho Nacional do Ministério Público.  

Além das críticas a Moro, o procurador também afirmou que o Supremo Tribunal Federal e os demais tribunais ignoram supostas nulidades praticadas na Operação Lava Jato. Moreira ainda declarou que 100% da sociedade e merda eram a mesma coisa, após o entrevistador afirmar que 90% da população hoje é contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

A decisão de aplicar penalidade foi aprovada por unânimidade na sessão desta terça-feira (21).  O relator do caso, conselheiro Orlando Rochadel, entendeu que o procurador de Justiça deixou de zelar pelo prestígio de suas funções ao utilizar expressões inadequadas, praticando conduta inaceitável e incompatível com o exercício do cargo. 

Na defesa, Moreira afirmou que suas declarações foram como professor de Direito Processual Penal de uma faculdade de Salvador e não no exercício de suas funções como procurador. Para ele, repercute negativamente na imagem da instituição o andamento de um processo administrativo contra membro do MP que atua há 25 anos na função, cumprindo seus deveres funcionais. Informações do Bocão News.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.