domingo, 25 de outubro de 2009

Minas Gerais: Acidente mata 10 pessoas na BR-116

Dez pessoas morreram e 26 ficaram feridas em acidente envolvendo um ônibus da Viação Itapemirim e uma carreta que transportava maçãs, por volta das 3h deste domingo, no trecho mineiro da Rio-Bahia, no município de Catuji (538 km a nordeste de Belo Horizonte).
O ônibus saiu de Salvador no sábado, às 10h30, com chegada prevista para as 14h de domingo, no Rio de Janeiro. No momento do acidente, havia 37 pessoas no veículo, incluindo o motorista. Doze dos passageiros embarcaram em Salvador e os demais nas cidades de Poções, Feira de Santana, Jequié, Vitória da Conquista e Milagres.
No Km 220 da BR 116 (a 60 km do município de Teófilo Otoni-MG), a carreta, que estava no sentido contrário ao do ônibus, tombou e atingiu o veículo de passageiros na lateral esquerda. Nove pessoas morreram na hora e as demais foram levadas para dois hospitais de Teófilo Otoni, onde mais um passageiro morreu ao chegar ao local, ainda na madrugada de domingo.
Segundo a Viação Itapemirim, apenas três dos passageiros feridos permanecem internados, mas sem risco de morte. Os demais foram liberados ainda neste domingo. Reginaldo Santos, 34 anos, motorista do ônibus, e Altair Antônio Friedrich, 40, que dirigia a carreta, sofreram ferimentos leves e passam bem. Segundo informações da 12ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais, que atendeu a ocorrência, o motorista da carreta não apresentava sinais de embriaguez.
Vítimas - Entre os mortos, dois deles - Aroldo Bajia de Araújo e Jie Wu - embarcaram no ônibus em Salvador. Parentes de Jie Wu, que é coreana com cidadania canadense, ainda não foram localizados pela empresa. Graziele Ferreira de Oliveira e os irmãos Edson Novaes dos Santos e Julival Novaes dos Santos embarcaram no ônibus na cidade de Jequié. Familiares dessas três vítimas e de George da Fonseca Souza e Maria das Graças Silva, que embarcaram em Feira de Santa e Vitória da Conquista, respectivamente, marcaram os enterros para a cidade do Rio de Janeiro.
Conforme a assessoria da Viação Itapemerim, o enterro de Elenice Santos de Jesus, que embarcou em Milagres, será naquela cidade. A identidade de dois dos mortos ainda não foi confirmada. Segundo a assessoria da Itapemirim, a confirmação deve ocorrer nesta segunda-feira, dia 26.
Interdição - Com o acidente, as duas faixas da rodovia ficaram interditadas por quatro horas, causando congestionamento de mais de dez quilômetros na área.
A Polícia Rodoviária Federal informou que não chovia no momento do acidente, que aconteceu em trecho sinuoso da estrada, em área de montanhas. As condições da via são boas, segundo o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). O site do órgão, vinculado ao Ministério dos Transportes, informa que entre o Km 207 e o Km 276, que vai de Catuji a Teófilo Otoni, a pista está “em boas condições de trafegabilidade”, com “sinalizações horizontal e vertical regulares” e possui contrato de manutenção e conservação.
Histórico - Em outros quatro trechos entre a divisa da Bahia com Minas Gerais, até Itambacuri (depois de Teófilo Otoni), o Dnit informa que há “segmentos com buracos”, embora três desses trechos possuam “contratos de manutenção e conservação”. Mesmo considerado com boa sinalização, o trecho da Rio-Bahia tem um histórico de acidentes graves.
Nos últimos cinco anos, foram ao menos seis casos graves. Há quatro meses, um carro bateu de frente com um ônibus, matando cinco pessoas e deixando 34 feridas. Em agosto de 2008, mais quatro mortos e 33 feridos após uma carreta bater na traseira de um ônibus que transportava alunos que haviam feito a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
Fonte:Danile Rebouças e agências
Foto:Leonardo Mores/Hoje em Dia/Ag.Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquise

Carregando...