sábado, 20 de junho de 2015

Sem acordo, greve nas universidades estaduais continua

Sem avanço nas negociações, semestre letivo das universidades estaduais pode ser suspenso



Foto: Aduneb/reprodução


O governo e os professores das universidades estaduais ainda não chegaram a um acordo e o semestre letivo pode ser suspenso. Em reunião ocorrida na última quinta-feira (18), a Associação dos Docentes da Uesb (Adusb) relatou que o prazo apontado pelo Estado para voltar a discutir com os professores a minuta substitutiva da lei 7.176/97 foi o mês de agosto - com isso, há possibilidade de a greve se estender até lá e de o semestre ser suspenso. 

O governo negou ainda a pauta dos trabalhadores e justificou que não existem condições financeiras para arcar com os custos. O Fórum das Associações Docentes apresentou na mesa de negociação estudos sobre a implementação dos processos trabalhistas para os cofres públicos. O impacto gerado, conforme o estudo, é pequeno se comparado ao superávit da Bahia (em abril deste ano em torno de R$ 1,7 bilhão). A Adusb agendou uma assembleia para avaliar a situação no próximo dia 30.  

Fonte:BN
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.