sábado, 17 de junho de 2017

Feira:Polícia prende acusado de assalto a banco em três estados;já foi candidato a vereador em Irecê


Polícia prende em Feira acusado de assalto a banco em três estados
foto:SSP/divulgação/reprodução

Uma força-tarefa, formada por policiais civis da Secretaria de Segurança Pública (SSP), CIPE-Litoral Norte e policiais federais, prenderam na manhã desta sexta-feira (16), Solemar Lopes de Almeida, sob a acusação de participar de uma quadrilha especializada em assalto a banco e carros-fortes. 

Ele foi preso em uma residência situada no bairro Jardim Cruzeiro, na cidade de Feira de Santana, após policiais acompanharem toda a movimentação no local durante dois dias.

De acordo com o delegado da Polícia Federal Fábio Marques, Solemar Lopes de Almeida tinha mandados de prisão em aberto, expedidos pela Justiça da cidade de Brasília (DF) e do estado de Goiás, por assaltos praticados na Bahia, Goiás e Minas Gerais.

“A gente tinha a informação de que um investigado da cidade de Brasília, responsável por assaltos na cidade de Bom Jesus da Lapa (BA), Formosa (GO) e um carro-forte em Unaí (MG), estaria em Feira de Santana residindo em uma casa, no bairro Jardim Cruzeiro”, informou o delegado da PF, acrescentando que Solemar foi preso quando saía de casa em um veículo Cruze LT, da Chevrolet.


Candidato a vereador

O delegado da PF acrescentou ainda que a investigação vinha sendo realizada há algum tempo e alguns integrantes da quadrilha já foram presos em outros estados e agora foi o momento da prisão de Solemar, que já se candidatou ao cargo de vereador na cidade de Irecê na eleição de 2008, obtendo apenas 25 votos.

“Ele, apesar de já ter sido candidato a vereador na cidade de Irecê, é acusado de diversos assalto a banco no Brasil. Ele é integrante de uma grande quadrilha, bastante perigoso e também exercia liderança no grupo”, relatou Fábio Marques.


Ele afirma que durante a abordagem dos policiais, o acusado apresentou um documento falso com o nome de Ronaldo Alves Cardoso, e logo em seguida foi conduzido para a Polícia Federal para ser lavrado o flagrante.

“Esse acusado é responsável por uma residência em Goiás, onde foram encontradas diversas armas usadas nos assaltos. Ele irá responder por assalto a banco, formação de quadrilha, uso de documento falso, e inclusive existem veículos adquiridos com o nome falso”, revelou Fábio Marques.





Fotos do repórter Ney Silva do Acorda Cidade/reprodução



fonte:Acorda Cidade c/acréscimo e adaptações
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.