domingo, 24 de junho de 2018

Dificuldade de acesso à creche ainda é realidade no Brasil




A meta é que, até 2024, 1,9 milhão de crianças de até 3 anos frequentem as creches - Foto: Divulgação
foto:reprodução
Estímulos como música, movimento, brincadeiras e socialização são a base da Educação Infantil. Apesar de alguns pais ainda mostrarem resistência na hora de matricular os filhos em creches e berçários esse é um ambiente que ajuda muito no desenvolvimento dos pequenos e é nítida a importância dessa inserção. Por esse motivo, a primeira meta do Plano Nacional de Educação (PNE) estabelece que, até 2024, 50% - o equivalente a 1,9 milhão - das crianças de zero a três anos estejam em creches. Atualmente, o alcance é de 32%, o que representa 3,4 milhões de crianças atendidas.
Os dados apresentados fazem parte do relatório do segundo ciclo de monitoramento das metas do PNE 2018, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). O relatório analisa as 20 metas estipuladas pelo Plano Nacional de Educação que envolvem o Ensino Infantil, Fundamental e Médio, além de analisar a implementação de políticas públicas, acesso e investimentos na área de educação. Tudo é analisado conforme determina a Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014.
A renda das famílias brasileiras está muito associada a este resultado. Ainda segundo o relatório, entre as crianças de zero a três anos que pertencem aos 20% com a renda domiciliar per capita mais baixa do país, 33,9% estão fora da escola porque não existe vaga ou creche perto delas. No grupo de 20% com a renda mais alta, esse problema só atinge 6,9% das crianças.
A importância do acesso à educação na primeira infância é tão grande que algumas instituições já trabalham com programas de bolsas de estudo para aumentar o acesso de famílias e crianças a uma educação de qualidade. Com ajuda do programa educacional Educa Mais Brasil que oferece bolsas de estudo de até 50% para Educação Básica, a mensalidade da Escola Aquarela Encantada, localizada em Salvador, fica em média R$150. Com isso, até os pais que não possuem condições para arcar com a mensalidade integral de uma escola conseguem inserir seu filho mais cedo no ambiente escolar.
Segundo a coordenação da instituição, que é parceira do Educa Mais Brasil, os pais se preocupam com a educação dos filhos desde cedo e a procura por matricula é bem intensa. “Na maioria das vezes, os pais vem em busca de uma maior segurança para os seus filhos. E isso não é algo negativo porque, além de estarem em um ambiente realmente seguro, aqui as crianças também conseguem se desenvolver e crescer mais preparadas para a vida escolar”, assegurou a coordenação.

Com ajuda de programas como o Educa Mais Brasil, o número de crianças dentro das creches pode aumentar. Se você ainda não investia na educação do seu filho porque não tinha condições para isso, acesse .o site do Educa Mais e confira as oportunidades na sua região. É gratuito.
fonte:atardeonline/reprodução acesso 24/06/18 às 10:05hs



Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.