domingo, 25 de junho de 2017

Bahia: Resgatada onça sussuarana que ficou dois dias em pé de manga num povoado de Cafarnaum;veja o vídeo

Uma onça parda, da espécie sussuarana, foi solta na manhã deste sábado (24), no Parque Estadual do Morro de Chapéu. O animal havia invadido um quintal de uma casa no povoado de Canal, município de Cafarnaum -  Chapada Diamantina, a 447 km de Salvador na última quinta-feira (22).
Onça foi solta no Parque Estadual de Morro do Chapéu. (Foto: Divulgação/ Zoológico de Salvador)












A onça, um macho da espécie sussuarana, e com aproximadamente 50 kg, foi encontrado por populares em cima de um pé de manga. Policiais da  Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental de Lençóis (CIPPA / Lençóis) e veterinários do Zoológico de Salvador foram acionados e fizeram a proteção do animal e da comunidade.
Após esperar cerca de 24 horas para que a onça descesse naturalmente, veterinários do Zoológico de Salvador foram chamados para fazer a retirada do bicho. Os técnicos relataram que a onça estava assustada e com medo da movimentação ao redor. 

Onça passou dois dias em um pé de manga no quintal de uma casa no povoado de Canal (Foto: Divulgação / CIPPA - Lençóis)


































Os veterinários Vinícius Dantas e Victor Curvello chegaram nesta sexta (23) e doparam a onça com dardos tranquilizantes. Quando ela adormeceu, foi amarrada e retirada da árvore. Após o exame do animal, foi constatado que ela não estava doente nem apresentava ferimentos, apenas estava um pouco desidratada. 
Dantas, que é coordenador geral do Zoológico de Salvador, explicou que existem poucos profissionais aptos a fazer o resgate de animais silvestres de grande porte. "Na Bahia só a gente faz resgate de animal silvestre de nível de segurança 3, animais de grande porte. Eles potencialmente podem causar algum tipo de dano. Então onde precisar desse tipo de resgate, a gente vai", explicou. 
Os policiais das Companhias Ambientais espalhadas pela Bahia não podem fazer este tipo de procedimento, pois somente veterinários tem autorização legal para aplicar dardos tranquilizantes em animais de qualquer tipo.   
Liberdade
A onça passou a noite em uma caixa de contenção e foi levada para a soltura na mata de Morro de Chapéu na madrugada deste sábado (24). A operação envolveu oito homens, entre policiais da CIPA, funcionários do zoológico e do Parque Estadual de Morro do Chapéu. 


Segundo o capitão Bruno Garrec, da CIPPA/ Lençóis, por causa do aparecimento da onça, a festa de São João do povoado só pode começar após o animal estar sedado. O barulho poderia estressar o bicho e fazer com que ele tivesse algum tipo de reação indesejada.
"Foi o evento do São João de Canal, a onça parou o São João. Mais do que medo, tinha uma certa curiosidade da população, não é todo dia que aparece um animal desse dentro de uma casa. É um povoado pequeno, de 3km ², e o bicho foi parar justamente dentro de uma casas do centro, em cima de uma árvore", resumiu o capitão Garrec. 
A população de Canal se aglomerou em volta da casa e muitos subiram em muros ou árvores para tentar se aproximar do bicho. 
Privilégio
O veterinário Vinícius Dantas e coordenador geral do Zoológico de Salvador explica que na Bahia não é comum aparecerem onças em áreas habitadas, quanto mais em cima de árvores. “Trata-se de uma clara perda de habitat”, respondeu quando questionado sobre um possível motivo do aparecimento do animal silvestre.  
Ele ainda destacou a raridade do evento. "É um privilégio ver um animal como esse, de topo de cadeira em vida livre", disse. Segundo Dantas, por causa da degradação da natureza, talvez, daqui a alguns anos, só seja possível ver esse animal em cativeiro. 
Na Bahia, além da onça sussuarana ou onça parda, é possível encontrar ainda a onça pintada e a onça preta. Quem encontrar uma onça ou qualquer outro tipo de animal silvestre não deve manipular ou se aproximar. O ideal é deixar que o animal siga seu rumo natural ou acionar algum órgão ambiental, como companhias ambientais da polícia militar ou o IBAMA. 
fonte;Correio da Bahia/reprodução
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.