quarta-feira, 28 de junho de 2017

Planserv: Após hospital Português, marcações deixam de ser feitas no Santa Isabel,diz site

A situação dos usuários do plano de saúde Planserv, do Governo do Estado, piora cada vez mais. Com os atendimentos limitados no hospital Português desde a semana passada, o problema agora estende-se para o hospital Santa Isabel. 

Pacientes usuários do plano procuraram o BNews e relataram as dificuldades para marcar exames, inclusive o chamado Pet-Scan - que é um exame de imagem que utiliza uma substância radioativa para rastrear células tumorais no organismo. "O paciente está em tratamento e agora terá que parar porque o exame não pode ser marcado. Absurdo. O hospital afirma que o plano está descredenciado", revelou uma fonte do site.
 
A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do hospital que, por meio de nota, afirma que "por decisões que assegurem a boa gestão da unidade, está readequando sua cota de atendimentos eletivos do Planserv, em conformidade com o mesmo, a fim de garantir a correta manutenção do contrato firmado. O atendimento nas emergências segue acontecendo normalmente".
 
Já o Planserv, também por meio de nota, ressalta que "a respeito da relação do Planserv com o Santa Izabel, esclarecemos que não há nenhum cancelamento de serviços credenciados com este Hospital. Mesmo assim, entramos em contato com a Instituição para esclarecimentos e confirmamos que os serviços de urgência/emergência, internações e ambulatório continuam sendo prestados aos beneficiários. 

O credenciamento do Planserv com o Hospital Santa Izabel continua ativo, assim como os demais prestadores integrantes da rede credenciada. Esta pode ser consultada através do site

www.planserv.ba.gov.br
 
 
Português

O Hospital Português, localizado na Avenida Princesa Isabel, no bairro da Barra, em Salvador, vai limitar o atendimento aos usuários do Planserv (Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais).
 
Segundo um comunicado interno da instituição, obtido pelo BNews, a unidade de saúde informa ao corpo clínico que “em função de decisão unilateral do Planserv, o Hospital Português deverá cumprir um rigoroso controle de cotas/orçamento estabelecido por esta operadora para a sua rede credenciada. Consideramos que estamos atualmente muito acima dessa cota estabelecida e que a mesma não poderá ser ultrapassada, será necessário um controle dos atendimentos e internamentos em nosso hospital".
 
E continua: "assim, no momento, não devem ser realizados internamentos eletivos. Os senhores médicos devem comunicar a situação a seus pacientes e encaminhá-los para outros hospitais credenciados, até regularização das cotas ultrapassadas”. No mesmo documento, é ressaltado que os casos devem ser “tratados com critério e cuidado”. 


fonte:BNews reprodução
 
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.