quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Bahia: Sindicato teme privatização da Embasa com abertura de capital da empresa

Sindicato teme privatização da Embasa com abertura de capital da empresa
Foto: Divulgação/reprodução
O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae) teme que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) seja privatizada, caso seja aberto o capital da instituição. Entre esta terça (29) e quarta-feira (30) a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA) deverá votar o projeto de lei do Executivo que permite a abertura do capital.

A proposta está contida no Projeto de Lei 22.011/2016, que altera a lei de criação do Bahiainvest e torna a empresa acionista relevante da Embasa. O Sindae, por meio de nota, disse que a mudança pode permitir que os lucros sejam distribuídos entre os acionistas e fazer com que haja um "brutal prejuízo" à concessionária, que perderia o benefício da imunidade tributária.

No texto da nota, o sindicato lembrou que o governador Rui Costa assumiu em 2014 o compromisso de não privatizar a Embasa. Em janeiro deste ano já havia rumores do interesse do governo em vender 49% das ações da Embasa para a iniciativa privada, seguindo exemplo de concessionárias como Sabesp e Copasa no regime de economia mista. Na época, o titular da Casa Civil, Bruno Dauster, negou a intenção. Informações do BN.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.