domingo, 29 de janeiro de 2017

Concursos: Marinha e Aeronáutica oferecem 1.851 oportunidades


                                                                A Marinha tem vagas para o serviço militar e para a escola de aprendiz de marinheiroA Marinha tem vagas para o serviço militar e para a escola de aprendiz de marinheiro

Ingressar nas Forças Armadas por meio de concurso costuma ser a saída para quem quer garantir estabilidade financeira e, ao mesmo tempo, tem o desejo de servir ao país. 

Os interessados em entrar nessa área podem começar a estudar. Isso porque a Marinha e Aeronáutica estão com editais de concursos abertos para ingresso no próximo ano. No total, são 1.851 vagas.
A Marinha segue com inscrições abertas para preencher 80 vagas de nível médio, para candidatos de ambos os sexos entre 18 e 45 anos, no Serviço Militar Voluntário (SMV). 

Além disso, a instituição oferece outras 1.240 vagas para rapazes de 18 a 22 anos, na Escola de Aprendizes-Marinheiros.
Já a Aeronáutica oferece 173 vagas para o Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento.
E 358 vagas para sargento. As duas oportunidades são para homens e mulheres entre 18 e 25 anos.
Professor de história e especialista em questões de atualidades, Pedro Natanael indica acompanhar jornais para estar por dentro do que pode vir a ser conteúdo para a prova, que será realizada no dia 26 de março. “Questões envolvendo atualidades costumam possuir peso grande nos editais. É preciso que o candidato leia as notícias em jornais e portais de confiança, para adquirir bom conhecimento de política e, consequentemente, história” pontua Natanael.
E continua: “Com relação a atualidades, política tem abordagem frequente nas provas. Então é necessário filtrar as informações para não replicar inverdades, como no Enem, onde milhares de pessoas zeraram a prova por ferir os Direitos Humanos, por exemplo. É preciso que o candidato conheça os pontos a serem tocados, por meio da leitura do edital”.
“Para os formados nas áreas oferecidas, o conteúdo tende a ser familiar. Um candidato formado em enfermagem, por exemplo, vai ter menos dificuldade nas questões específicas do edital do que quem só tem o nível médio. Esse fato, no entanto, não exclui a necessidade de estudo”, diz.
Bagagem literária
O professor de redação Matheus Morais alerta: “É muito difícil um edital não trazer a redação. A redação costuma ter o peso maior da prova, mas as pessoas não se atentam a isso, focando somente nas questões específicas, por isso é preciso ler o edital para saber qual o peso atribuído”. Morais complementa que, além dos conteúdos objetivos, o candidato precisa se dedicar também em adquirir um vocabulário simples e claro. “Manter uma bagagem literária é fundamental e para adquirir essa experiência é preciso ler bastante e praticar a escrita. Não adianta encher o texto de palavras difíceis se elas estiverem mal empregadas”, explica.
As informações adicionais sobre os concursos da Marinha são encontradas no site www.2dn.mar.mil.br no link “serviço militar”.

Já quem optar pela Aeronáutica deve acessar o site ingresso.eear.aer.mil.br

Confira as dicas dos especialistas
Edital - Ler com atenção ao edital e observar quais são as di sciplinas com maior peso
Estudo - Dedicação é  fundamental para passar nas provas. O professor de português Joshué Ferreira indica focar nas disciplinas que se tem mais dificuldades 
Leitura - Manter uma bagagem literária é fundamental. Matheus Morais, professor de redação, aconselha a dedicação em um vocabulário simples e claro
Atualidades - Questões envolvendo atualidades costumam possuir peso grande nos editais. O professor de história Pedro Natanael indica acompanhar jornais para estar por dentro.


Fonte:Itana Silva*Estagiária sob supervisão da editora Cassandra Barteló de atardeonline c/adaptações
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.