sábado, 13 de junho de 2015

Salvador: Aumenta especulação da saída de Pinheiro do PT


 
 Sen. Walter Pinheiro -foto:reprodução

Os rumores de que o senador Walter Pinheiro, petista há 29 anos, estaria interessado em deixar a sigla só fazem crescer. Depois de se ausentar da abertura da etapa estadual do 5ª Congresso Nacional do PT, o senador também não compareceu ao Congresso Nacional, iniciado na última quinta-feira, no Hotel Pestana, e com término hoje.

De acordo com o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, a ausência de Pinheiro se deve ao fato do cumprimento de uma agenda na cidade de Munique, na Alemanha, em missão oficial do Senado para participar da Conferência Intersolar, que discute investimentos em energia solar.

Embora Anunciação garanta que as faltas do senador não sinalizam o desinteresse dele em permanecer no PT, nos bastidores a conversa é outra, principalmente devido ao pouco caso que o senador teria feito ao ser questionado sobre sua falta na abertura da etapa estadual.  Na ocasião, ele disse que esteve no aniversário de 90 anos de sua mãe. Pinheiro é um dos fortes críticos ao pacote de ajuste fiscal apresentado pelo governo da presidente Dilma Rousseff. “Ele comunicou sobre a viagem dele com antecedência. Essa história de que ele quer deixar o partido é mera especulação. Ele está se dedicando muito ao trabalho no Senado, mas já me disse que quer ficar no partido”, afirmou o presidente estadual da sigla.

Além  das informações que circulam nos bastidores de sua tentativa para sair candidato a prefeito de Salvador em 2016, o interesse em deixar o partido teria aumentado com o fato de que os rigores da fidelidade partidária não se aplicam mais aos senadores, conforme decisão do supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão da Corte teria aberto a porta para o início de um troca-troca de legendas e nos últimos dias especula-se que pelo menos dez senadores devem se desfiliar em busca de um novo ninho que os agrade nos seus interesses políticos e futuros.

Diante do cenário de crise de credibilidade, e envolvimento em casos de corrupção, o PT seria o partido com a maior debandada: além de Walter Pinheiro, estão interessados a senadora Marta Suplicy (SP) e o senador Lindbergh Farias (RJ).


Fonte: Tribuna da Bahia c/adptações
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.