quarta-feira, 22 de março de 2017

Lava Jato: Rodrigo Janot rebate as críticas de Gilmar Mendes





                                            “É uma mentira, que beira a irresponsabilidade" diz Janot -foto:reprodução
                                     
Após ser alvo de críticas do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot rebateu às acusações em discurso proferido na manhã desta quarta-feira (22). “É uma mentira, que beira a irresponsabilidade, afirmar que realizamos, na Procuradoria-Geral da República, coletiva de imprensa para 'vazar' nomes da Odebrecht", discursou Janot, atribuindo a sugestão desse ato a "mentes ociosas e dadas a devaneios". O pronunciamento do procurador soa como resposta às declarações do ministro da 2ª Turma do STF, que criticou diretamente o vazamento de conteúdos sigilosos das investigações por parte da PGR. "Não há nenhuma dúvida de que aqui está narrado um crime. A Procuradoria não está acima da lei", ressaltou Mendes.

O ministro lembrou ainda que chegou a propor o descarte de material vazado das investigações da Lava Jato. Diante disso, Janot aproveitou o aniversário de três anos da operação para responder. "Alguns tentam nivelar a todos à sua decrepitude moral, e para isso acusam-nos de condutas que lhes são próprias, socorrendo-se não raras vezes da aparente intangibilidade proporcionada pela posição que ocupam no Estado", rebateu o procurador. Sem citar Mendes diretamente, Janot disse ainda que há homens dispostos a comprometer a ética por "vaidade desmedida" e "ambição sem freios".

fonte:BN
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.