terça-feira, 31 de julho de 2018

Procuradora -geral diz que Lula desprezou "ideais republicanos" e defende prisão de petista

Imagem relacionada

foto:metropoles/google/reprodução
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou contra recurso feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar suspender sua prisão.
Os advogados do ex-presidente querem que o Supremo conceda efeito suspensivo --ou seja, que suspenda a execução da pena-- ao recurso feito à Corte contra a condenação de Lula em segunda instância no chamado caso do tríplex, da Operação Lava Jato.
O UOL procurou a defesa do ex-presidente para saber se haveria comentário sobre a manifestação de Dodge e aguarda resposta.
Em documento de quase 80 páginas enviado ao Supremo no último dia 26 de julho e anexado ao processo nesta terça (31), Dodge fez duras críticas a Lula, dizendo que o ex-presidente "demonstrou desprezo aos ideais republicanos que prometeu cumprir como chefe de Estado" e "frustrou as expectativas de milhões de brasileiros" ao usar o cargo "para obter vantagem financeira".
A procuradora-geral defendeu a condenação de 12 anos e um mês dada ao petista pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito para o mais alto cargo do Executivo Federal com um ferrenho discurso anticorrupção, alardeando sua honestidade e prometendo combate aos dilapidadores dos cofres públicos. Elegeu-se em virtude de sua retórica de probidade e retidão. Tais fatos elevam sobremaneira o grau de censurabilidade da conduta do recorrente e devem ser punidos à altura.
Raquel Dodge, procuradora-geral da República.
fonte:Conversa Afiada

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.