sexta-feira, 10 de julho de 2015

Irecê não foi contemplada com curso de Medicina em instituição privada


 
 Pç. do feijão em Irecê - foto:Ronaldo Davi/folhadaBahia
 
Seis cidades baianas ganharão cursos de Medicina. De acordo com Ministério da Saúde e da Educação, seis instituições privadas foram credenciadas em Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro para abrigar faculdades com o curso.
Ainda de acordo com o governo federal, Itabuna abrirá 85 vagas. Alagoinhas aparece em segundo lugar com 65 vagas, logo depois Guanambi, com 60. Em Eunápolis, Jacobina e Juazeiro serão 55. O prazo para que os cursos estejam em funcionamento varia de três a 18 meses e será monitorado pelo Ministério da Educação.
De acordo com a Agência Brasil, a seleção dos projetos enviados pelos municípios foi feita por meio de editais de chamamento público de ampla concorrência. As propostas foram avaliadas por uma comissão de especialistas, médicos e professores de medicina, entre outros. A análise levou em consideração a capacidade econômico-financeira e a regularidade jurídica e fiscal da instituição mantenedora, além do histórico da mantenedora e a proposta do curso de graduação em medicina.  A comissão analisou ainda o projeto pedagógico de cada curso, o corpo docente, a infraestrutura e o plano de implantação da residência médica. A análise também descartou o risco de descontinuidade da formação médica. “Todas as propostas selecionadas passaram por esse crivo. Há uma garantia da sustentabilidade desse projeto”, garantiu a secretária de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Marta Abramo. 
O município de Irecê (474 km) da capital baiana que havia sido pré-selecionado pelo MEC no início de abril não foi contemplado pelos ministérios da Educação e Saúde. Na época, o ministro da Saúde Arthur Chioro afirmou o seguinte: "O governo, através de estudos técnicos e avaliando a necessidade a partir de critérios objetivo, identificou as cidades e regiões do país que precisam do curso de medicina e que têm condições técnicas", disse o ministro e  ainda na mesma entrevista ao G1, disse,  que "não haverá estímulos financeiros para as faculdades particulares que quiserem abrir vagas de medicina, mas, o governo poderá enviar recursos aos municípios para garantir verbas às unidades básicas de saúde, centros cirúrgicos e cursos de formação para médicos que já atuam nessas regiões". afirmou o ministro da Saúde.

SEC Irecê

Em contato através de uma rede social com a profa. Deise Pimentel, Coordenadora da SEC municipal nos informou que o município está concorrendo junto ao MEC para ter o curso pelo Edital nº 001/2015 e que esses municípios agora divulgados se referem ao Edital  003/2013, nos enviando inclusive o link 
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=19204&Itemid=1231

 Fica feito o registro e a torcida que quando da divulgação do resultado do Edital 001/2015, o município seja contemplado.

Fonte:BN e Blog Fique Informado
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.